Siga o Portal do Holanda

Almas perdidas na ponte Rio Negro. Ele queria se matar, mas pm impediu

Publicado

em

"Eu sou um cara irresponsável, deixei ela se jogar daqui. Sabe o que ela falou pra mim nos meus sonhos? Ela falou mesmo assim:  vem que eu tô te esperando.”  Foi o que Leandro falou para os policiais, que tentavam convencê-lo a não se atirar da ponte Rio Negro. Terminou desistindo, mas deu para sentir o peso da culpa que ele carrega. E os fantasma que o atormentam.   

O que desencadeou essa angústia toda em Leandro foi a mesma rotina que povoa a vida de cada um de nós: indiferença com o outro, incapacidade de perdoar, de dosar amor e paixão.

De alguma forma Leandro empurrou a “amada no rio”,  mesmo longe dela, assim como empurramos nossos adversários para o abismo.

Temos muito a aprender com as tragédias  do dia a dia.  Que apesar de agredir a sensibilidade de muita gente, são reveladoras de um pouco de nós mesmos.

Como Leandro, temos pecados e a virtude de reconhecer um erro. Só não podemos nos atirar da ponte…


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.