Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Vacinação contra sarampo para pessoas de 20 a 29 anos inicia segunda em Manaus

Publicado

em

Foto: Divulgação / Arquivo Semcom   Foto: Divulgação / Arquivo Semcom
Foto: Divulgação / Arquivo Semcom

Manaus/AM - A Prefeitura de Manaus vai iniciar na próxima segunda-feira, 18/11, a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo de 2019.  Agora, o público-alvo é formado por adultos jovens de 20 a 29 anos de idade e que ainda não foram vacinados ou que precisam receber a segunda dose da vacina.

“Manaus tem feito o dever de casa quando o assunto é vacinação e prevenção. Temos cumprido à risca e até superado as metas estipuladas pelo Ministério da Saúde”, destaca o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto. “Além disso, implantamos na capital a Semana de Intensificação Vacinal para manter atualizadas as cadernetas de vacinação da população, sobretudo das crianças”, completou.

A campanha ocorrerá no período de 18 a 30 de novembro, com a intensificação das ações de imunização em todas as unidades de saúde da rede municipal com sala de vacina.

“A campanha nacional acontece em um esforço do Ministério da Saúde, para controlar o surto de sarampo que atinge outros Estados brasileiros. Já em Manaus, com o surto controlado desde janeiro deste ano, devido ao plano de ação adotado pelo prefeito Arthur Neto, nosso objetivo agora é evitar a notificação de novos casos em um trabalho de prevenção”, destaca o titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Marcelo Magaldi.

Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Policlínicas e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) da rede municipal estarão intensificando a oferta da vacina contra o sarampo. Para ter acesso ao serviço, a recomendação é que a população apresente o Cartão de Vacina ou Cartão SUS ou, ainda, um documento com CPF.

“São 183 salas de vacina no município de Manaus, incluindo dez unidades de saúde que funcionam em horário ampliado, de segunda a sexta-feira, até 21h, e aos sábados, das 8h às 12h”, informa Magaldi.

A vacinação para pessoas nessa faixa etária deve ser feita em duas doses e na campanha serão utilizadas as vacinas: tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e a dupla viral (sarampo e caxumba), que devem ser administradas com um intervalo mínimo de 30 dias.

A lista das salas de vacina pode ser acessada no site da Semsa (http://semsa.manaus.am.gov.br).

Faixa etária

Segundo a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, enfermeira Isabel Hernandes, a primeira etapa da campanha, realizada de 7 a 25 de outubro deste ano, o Ministério da Saúde priorizou a vacinação de crianças de seis meses a menores de cinco anos, considerando a elevada incidência da doença nessa faixa etária no surto que acontece no Brasil e pelo fato de que são as crianças que apresentam maior risco para desenvolver complicações graves pelo sarampo.

“No caso da campanha nacional direcionada para adultos jovens de 20 a 29 anos de idade, a justificativa do Ministério da Saúde é que esse público registra um número expressivo de casos confirmados de sarampo em 2019, sendo necessário aumentar a cobertura vacinal nessa faixa etária”, afirma Isabel Hernandes.

A enfermeira destaca também que no surto de sarampo que ocorreu em Manaus, entre fevereiro de 2018 e janeiro de 2019, a faixa etária de 20 a 29 anos foi a que mais registrou casos confirmados da doença. Do total de 7.227 casos confirmados nesse período em Manaus, 1.804 (24,96%) foram notificados entre pessoas de 20 a 29 anos, 1.536 (21,25%) na faixa etária de 15 a 19 anos e 1.246 (17,24%) em crianças menores de um ano.

“Embora as crianças sejam mais vulneráveis para desenvolver complicações graves, como cegueira, encefalite, pneumonias e óbitos pelo sarampo, adultos jovens não vacinados contribuem para manter a circulação do vírus da doença entre a população, dificultando a quebra da cadeia de transmissão”, alerta Isabel Hernandes.

 

Caso da busca na casa de Igor e Paola Valeiko: Promotor errou, mas juiz errou mais

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.